domingo, 30 de outubro de 2011

Demandas do Movimento Ambiental por Áreas Verdes em Fortaleza

Por Luísa Vaz
A militância de mais de vinte anos em questões ambientais incentivou Ademir Costa a voltar à Universidade Federal do Ceará, onde havia colado grau em Comunicação Social nos anos 80, desta vez para o mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente.

Com o desafio de trabalhar e estudar ao mesmo tempo, Ademir conseguiu defender a dissertação “Demandas do movimento ambiental por áreas verdes em Fortaleza”, no dia 30 de setembro de 2011, após fazer o registro de mais de vinte movimentos em Fortaleza. Com a metodologia da história oral, ele percorreu por vários bairros de Fortaleza ouvindo as histórias de pessoas e movimentos em suas lutas por áreas verdes.

Segundo Ademir, “é importante fazer o registro desses movimentos cuja tendência é caírem no esquecimento. Para se ter uma ideia do quanto as lutas populares são esquecidas, o Parque da Maraponga, que foi uma conquista do movimento ambiental do qual fizemos parte, no início dos anos 90, em menos de uma década, ao ser revitalizado na administração de Luizianne Lins, não foi dita uma única palavra em torno daquela luta vitoriosa e da qual muitos que hoje estão no poder também participaram”.

Um comentário:

Lucas C. Vaz Costa disse...

Parabéns, Seu Ademir! Estamos muito orgulhosos pelo seu empenho e dedicação ao Mestrado.